6 razões pelas quais você não tem um e-commerce de resultado

por | 18/07/2018 | ecommerce

Você acreditava que vender pela Internet seria fácil e traria um retorno rápido para seu negócio? Provavelmente, descobriu que a realidade não é bem assim, mas você precisa saber que é possível, sim, ter um e-commerce de resultado. E, embora isso não seja fácil nem rápido, você não deve desanimar, pois esse sucesso está ao seu alcance.

Neste post, listamos 6 razões pelas quais muitos empreendedores ainda não conquistaram um e-commerce de resultado. Pode ser que você esteja cometendo alguns desses erros sem perceber. Então, não perca mais tempo e descubra o que precisa melhorar no seu negócio. Vamos lá?

1. Deixar de investir em marketing

Muitos empreendedores não alcançam resultados positivos em seus negócios por acreditarem que seus produtos são tão bons e necessários que dispensam a sua divulgação. O problema não está na qualidade da mercadoria, mas na falta de conhecimento por parte do cliente em relação aos atributos que sua loja oferece.

Em uma loja física, isso já é um problema. Em um e-commerce, então, esse obstáculo toma proporções maiores. Isso ocorre pelo fato de a internet ser como um oceano, e o cliente um pescador meio preguiçoso. Buscar pela melhor empresa pode ser trabalhoso e as pessoas acabam comprando onde é mais fácil.

É por isso que é necessário investir em técnicas adequadas de marketing, pois só assim você deixará as vantagens da sua empresa e seus produtos bem posicionados para serem acessados pelo seu público-alvo.

É fundamental, no entanto, ressaltar que é preciso manter constância na estratégia para obter resultados positivos. Não pense que suas vendas aumentarão imediatamente após iniciar suas campanhas. Esse é um trabalho de médio e longo prazo, mas que fará grande diferença nos resultados futuros de seu empreendimento.

2. Não oferecer uma boa experiência ao usuário

Depois de finalmente conseguir atrair público para sua loja virtual, você não consegue converter vendas. As pessoas acessam o seu site e saem sem nem assinar a newsletter. Por que isso acontece?

Já pensou que a qualidade da plataforma do seu e-commerce é o que pode estar afugentando o seu público?

O consumidor virtual é bastante exigente nesse quesito e não tem como ser diferente. Uma plataforma ruim é como uma loja física desorganizada, sem atrativos e com funcionários desmotivados para atender. Você compraria em um estabelecimento assim?

Para ter indicativos de que a plataforma que escolheu não é a ideal, visite o seu e-commerce e faça suas análises críticas. O carregamento foi rápido? O layout é atrativo? As imagens, as cores e os textos transmitem as informações corretas?

Caso tenha dificuldade em fazer esse diagnóstico, utilize ferramentas como o Google Analytics. Essa solução permite conhecer melhor o comportamento dos visitantes no seu site e encontrar falhas nele. Outra possibilidade é contar com os serviços profissionais de uma agência do ramo.

3. Não ter credibilidade no mercado

Outro fator que explica a falta de vendas, mesmo com boa quantidade de visitantes, é a falta de credibilidade. Com a quantidade de golpes aplicados na Internet, é natural que os consumidores fiquem receosos e evitem informar dados pessoais e de pagamento quando não se sentem totalmente confiantes.

Para contornar esse problema e conquistar um e-commerce de resultado, você deve ter cuidado ao implementar os dois itens anteriores deste post. As campanhas de marketing corretamente elaboradas e direcionadas serão decisivas para aumentar a credibilidade da sua empresa.

A correta escolha da plataforma de e-commerce também é fundamental para gerar confiança. Afinal, não basta que o seu negócio seja sério, ele precisa transparecer isso. Sendo assim, a atitude que deve tomar é escolher com critério as empresas que prestarão esses serviços para sua empresa.

4. Pensar apenas no curto prazo

Muitos empresários virtuais não conseguem um e-commerce de sucesso por serem afoitos demais. Essas pessoas costumam pensar apenas no curto prazo e não planejam estrategicamente o futuro da empresa. O resultado disso é a falta de clientes fiéis, deixando o negócio insustentável.

Para corrigir essa falha e tornar a empresa sustentável no futuro, é necessário ter em mente que os consumidores buscam mais relacionamentos do que produtos. A compra é apenas uma consequência do processo de engajamento do seu público com a sua marca. Portanto, uma ótima atitude para a saúde financeira do seu e-commerce é investir no relacionamento com seu público.

Dessa maneira, você passa a conhecer melhor essas pessoas, seus gostos e suas necessidades. Assim, poderá oferecer os melhores produtos no momento certo, como a solução para os seus desejos. Além de comprar, esses clientes terão gosto em defender a sua marca e consumirão com regularidade.

5. Tentar fazer tudo sozinho

As diversas facilidades que a internet traz dão uma falsa impressão de que tudo é muito simples. No começo do empreendimento até é, ainda mais ao comparar com a abertura de uma loja física. Porém, não se engane, pois, com o passar do tempo, o e-commerce se desenvolve e começa a tomar mais tempo. Ainda mais ao buscar relacionamentos duradouros com seus clientes.

Sendo assim, é importante que você delegue atividades, estruture uma equipe e se dedique à função principal do seu negócio. Caso o seu ramo seja de vendas de roupas, por exemplo, mantenha-se atualizado com o mundo da moda e busque as melhores mercadorias para oferecer aos seus clientes. Atividades secundárias, como marketing, programação e contabilidade podem ser atribuídas a outras pessoas.

6. Cobrar taxa de frete muito alta

Um dos principais motivos de abandono de carrinhos de lojas virtuais é o frete caro. Por outro lado, oferecer frete grátis, apesar de eficiente para atrair clientes, pode impactar a lucratividade. A saída para esse problema é buscar soluções de entrega com menores custos.

Uma alternativa é fechar contrato de prestação de serviços com os Correios. A redução nos valores de envio de encomendas por PAC e Sedex é significante. Porém, para assinar esse contrato é necessário um volume de envio mensal mínimo. Caso ainda não atinja essa marca, a saída é contratar outras empresas de logística com menor custo.

Outra opção é oferecer a retirada em sua loja física ou a entrega por motoboy, se os seus clientes estiverem próximos da sua empresa. Esse pode ser um grande diferencial para tornar o seu empreendimento um e-commerce de resultado.

Nesse momento, você deve ter percebido que não é tão difícil conquistar um e-commerce de resultado. Para isso, é necessário entender as suas peculiaridades e tomar decisões acertadas, como em qualquer outro negócio. Ou seja, é preciso administrar com profissionalismo.

Concorda ou discorda do que foi apresentado aqui? Tem dúvidas ou mais sugestões para alavancar um e-commerce? Então, não deixe de compartilhar a sua opinião conosco e com os demais leitores. Deixe o seu comentário!

LIGUE 47 3055-2655

Fale com um especialista

icone whatsapp Glaucia

Luana

Chat direto clicando no ícone

Cadastre seu e-mail e fique atualizado sobre boas práticas de e-commerce. SEM SPAM 🙂

site-seguro
plataforma-workconnection
google-safe-browsing

Rua Emmerich Ruysam, 214 - Sala 03- Vila Nova  - Jaraguá do Sul - SC
Todos os direitos Reservados ©2018