6 sinais de que você não está pronto para ter uma loja virtual

por | 27/03/2018 | ecommerce

Muitos brasileiros têm o sonho de serem donos do seu próprio negócio. Não ter um chefe, fazer o seu horário de trabalho e não ter de prestar contas para os superiores são os principais motivos destacados.

Dentre as opções disponíveis no mercado, o setor de e-commerce está atraindo um grande número de pessoas. Não só novos empreendedores, mas donos de lojas físicas também estão pensando em entrar no mundo virtual.

Pode-se afirmar que houve crescimento das receitas do comércio eletrônico, no Brasil, nos últimos anos. Muitos empreendedores iniciantes estão aventurando-se a entrar nesse mercado. Segundo o Sebrae, mais de 70% dos empreendedores de lojas virtuais são pequenos ou médios.

Obviamente, muitos deles não conseguem o sucesso esperado, e o negócio torna-se um fracasso. É preciso preparar-se e conhecer os principais aspectos do setor, antes de abrir um e-commerce. Interessou-se sobre o assunto? Então, continue a leitura deste artigo e veja seis sinais de que você não está pronto para ter uma loja virtual.

1. Não contar com profissionais qualificados

O primeiro erro de quem deseja abrir uma loja virtual é não contar com profissionais qualificados. Apesar de ser um negócio 100% online, onde o atendimento ao cliente dá-se por meios digitais, é preciso contar com profissionais que saibam o que estão fazendo e que consigam prover a devida atenção aos consumidores.

Os canais de comunicação (e-mail, chat, telefone e outros) devem ser respondidos imediatamente, evitando que a experiência do usuário seja negativa. Estamos vivendo em uma era digital, onde o fluxo de informações é extremamente veloz. Demorar horas para responder uma dúvida ou reclamação pode ser fatal.

Para solucionar esse problema, treine os seus colaboradores. Mas lembre-se: venda online é completamente diferente de venda física. O profissional precisa vender sem ter o contato com o cliente, ou seja, sem perceber os sinais emitidos em um atendimento cara a cara.

2. Não possuir bons fornecedores

Ter um bom estoque pode ser uma ideia interessante, à primeira vista. Com ele, será possível ter uma logística eficiente e otimizada. Entretanto, será preciso investir na compra dos produtos e em um espaço para armazenagem. Além disso, quanto maior for a sua abrangência virtual, mais produtos você deve ter em seu estoque.

O ideal é contar com bons fornecedores. Assim, você pode comprar os produtos após o cliente solicitá-lo, evitando custos com armazenagem, por exemplo. Em contrapartida, os fornecedores escolhidos devem conseguir entregar os produtos em poucas horas e garantir a disponibilidade para pronta entrega.

O tempo para entrega dos produtos é um dos principais indicadores avaliados pelos consumidores. Atrasar esse processo pode ser prejudicial para o e-commerce, uma vez que reclamações em mídias sociais podem viralizar (serem muito compartilhadas) e alcançarem muitas pessoas em pouco tempo. Invista em bons fornecedores e não tenha mais essa preocupação.

3. Não se adequar e seguir na informalidade

Grande parte dos empreendedores de e-commerce começou a atuar no segmento vendendo produtos para alguns amigos. Assim, a notícia foi se espalhando, e o empreendedor passou a vender para amigos de amigos, até que o negócio tomou uma proporção maior.

As vendas começaram pessoalmente, passando para os aplicativos de mensagens e as redes sociais, até que a pessoa teve a ideia de abrir uma loja virtual. Por sempre ter atuado na informalidade, e, até então, o resultado ser positivo, adequar-se às normas e sair da informalidade nunca foi cogitado.

Para evitar problemas com a Receita Federal, por exemplo, é preciso recolher impostos, de acordo com a classificação do seu e-commerce. Além disso, deve-se definir o regime de tributação, podendo optar por ser um microempreendedor individual (MEI) ou pelo Simples Nacional, dependendo do faturamento anual.

Lembre-se: estar legalizado será uma grande vantagem para sua loja virtual, principalmente se você deseja levar o negócio a sério. Pense nisso e não brinque com coisa séria.

4. Não definir um nicho de mercado

Outro erro primário de pessoas que desejam ter uma loja virtual é não definir um nicho de mercado. Querer vender para todas as classes sociais é o erro mais comum. Você já parou para pensar que as pessoas possuem gostos e costumes diferentes?

Então, se você quiser criar uma loja virtual de sucesso, defina o perfil do seu cliente. Pense em situações básicas, como: se os produtos são para mulheres que cuidam da casa ou para as que trabalham foram; se para mulheres que cuidam de casa, mas que possuem inúmeros compromissos sociais.

No caso de homens, por exemplo, pense nos diferentes tipos. Temos aqueles apaixonados por esportes e que levam uma vida 100% fitness. Temos os apaixonados por esportes, mas não praticantes, os apaixonados por carros, entre tantos outros.

Sendo assim, é imprescindível que você defina o perfil do seu cliente. Essa é a única maneira de acertar na escolha dos produtos a serem comercializados e na possibilidade de uma maior abrangência. Lembre-se: agradar a gregos e troianos é, praticamente, impossível!

5. Não investir em publicidade

Mesmo que seu negócio tenha começado no “boca a boca” e se desenvolvido, ou que você esteja começando “do nada”, publicidade será essencial para alavancá-lo.

Atualmente, existem dois tipos de publicidade para o setor: gratuita e paga. O primeiro pensamento de qualquer empreendedor é investir apenas na propaganda gratuita, mas esse é outro erro.

Com ela, é possível utilizar as mídias sociais e alcançar um número razoável de pessoas. Porém, se o seu objetivo é ver o negócio prosperar e tornar-se uma máquina de vendas, a publicidade paga será uma grande aliada.

Pode-se utilizar o Google Adwords, por exemplo. Ele é um recurso fácil de ser operado e permite a criação de excelentes estratégias de anúncio, definir o texto, escolher as palavras-chave e, inclusive, o montante financeiro a ser investido. Vale a pena conhecer.

Obviamente, é preciso de certo conhecimento e treinamento para obter sucesso com esse recurso do Google. Atualmente, já existem profissionais especializados nesse tipo de publicidade, fazendo valer a pena a sua consultoria. Investir em publicidade pode ser o que falta para a sua loja virtual estourar as vendas.

6. Não se planejar

Ter uma loja virtual não é montar um site com fotos de produtos e seus respectivos preços. É um trabalho muito mais complexo do que isso. Portanto, é preciso planejar-se, em vez de levantar da cama e decidir: “hoje vou criar um site e abrir uma loja virtual”.

Uma gestão eficiente é capaz de criar um planejamento assertivo, tornando o projeto e-commerce ativo, válido e, principalmente, rentável. Fazer um plano de negócio com as principais dores e necessidades para o futuro é uma excelente dica.

Não se esqueça de escolher uma boa plataforma, analise cuidadosamente o seu mercado de atuação, tenha ações de marketing pensadas e estruturadas, observe os principais clientes, tenha um processo logístico eficiente e uma equipe de qualidade.

Além disso, utilize o planejamento para elaborar uma jornada de compras eficaz para o cliente, buscando entender as suas necessidades e oferecer produtos adequados.

Essas são as principais atividades necessárias para se criar uma loja virtual. Um empreendedor consciente poderá ter certo medo de iniciar um negócio um tanto quanto desconhecido. Prepare-se o máximo possível e, no momento certo, tome as ações para ter uma loja virtual. Coragem será necessária.

Deseja obter mais informações sobre este assunto? Quer abrir sua loja virtual, mas não sabe o que fazer? Então, veja por que e como montar uma loja virtual para o seu negócio. Não deixe para depois, hein?

 

Aprenda a gerenciar as finanças do seu e-commerce

Aprenda a gerenciar as finanças do seu e-commerce

Gerenciar um negócio virtual, assim como um negócio físico, requer cuidados em uma série de atividades. Para ter sucesso, é fundamental que o empreendedor se atente ao atendimento, à qualidade dos produtos vendidos, aos prazos de entrega e,...

ler mais

LIGUE 47 3055-2655

Fale com um especialista

Ani

Chat direto clicando no ícone

Glaucia

Chat direto clicando no ícone

Rua Emmerich Ruysam, 214 – Sala 03- Vila Nova  – Jaraguá do Sul – SC
Todos os direitos Reservados ©2018

Rua Emmerich Ruysam, 214 – Sala 03 – Vila Nova  – Jaraguá do Sul – SC
Todos os direitos Reservados ©2018
Termos & Condições de Serviço

× Fale Conosco