7 dicas para escalar as vendas sem estourar o fluxo de caixa

por | 13/03/2018 | vendas

Grandes e pequenas empresas, atualmente, disputam por novos mercados, o que exige mais pesquisa, recursos e investimentos para se manterem competitivas. Neste contexto está inserido a escalabilidade, um termo antes associado apenas a startups, mas que hoje é empregado por diferentes tipos de negócio que buscam escalar as vendas.

Para isso, é importante estar aberto a mudanças na forma de pensar e conduzir a gestão. No post de hoje vamos explicar mais sobre o tema e apresentar sugestões de como tornar as vendas da empresa escaláveis. Boa leitura!

O que é escalabilidade?

Ser escalável quer dizer que é possível crescer rapidamente, em um modelo de gestão/ produção que possa ser reproduzido e ampliado. A ideia aqui é ser o mais “enxuto” sem perder tempo e recursos.

Um modelo de negócios escalável tem como principal característica a capacidade de expandir seu faturamento sem ter que aumentar seus custos (inclui mão de obra, insumos, produção, publicidade, entre outros). Em outras palavras, a receita deve crescer em uma proporção superior aos custos.

Nesse sentido, faz-se fundamental conhecer o nível de escalabilidade do empreendimento, para que dessa forma os gestores entendam qual o seu potencial frente ao mercado.

A palavra de ordem para os negócios que querem escalar suas vendas é inovação. Em geral, se você não conta com um produto inovador, poderá inovar em outros campos como atendimento, experiência do usuário, relacionamento, entre outros pontos que compreendem um diferencial competitivo ao negócio, capaz de alavancar as vendas e aumentar a satisfação do consumidor.

Como escalar as vendas?

É fundamental que as empresas criem modelos de negócios que possam ser replicáveis sem grandes esforços e com possibilidade de serem difundidos por meio de ações de marketing. Vamos as sugestões:

1. Identifique uma necessidade de mercado

Antes de buscar escalar as vendas, o empreendimento deve entender a necessidade do seu público-alvo e a partir daí oferecer soluções que a atendam. Tentar algo antes disso pode representar desperdício de dinheiro e tempo, ou no pior dos casos, a morte prematura do empreendimento.

Nesse sentido, é importante criar um produto, serviço ou atendimento que façam os clientes criarem o hábito de adquirir de você e não dos seus concorrentes. E isso só é possível com o conhecimento profundo dos hábitos do consumidor, o que gostam, o que não gostam e principalmente o que querem.

2. Mapeie os processos

O mapeamento de processos aumenta o grau de compreensão dos envolvidos a respeito das etapas do processo produtivo. Assim é possível estreitá-los, retirar etapas e aperfeiçoá-los de modo que ofereçam mais controle dos passos-chave para o bom andamento das operações.

Será necessário um esboço do fluxo de atividades, visando a padronização e buscando atingir os seguintes benefícios:

  • eliminação das tarefas desnecessárias;
  • Redução em atrasos ou retrabalhos;
  • esclarecimento do papel e função de cada profissional;
  • redução de custos;
  • automatização de tarefas;
  • padronização das práticas de produção;
  • aumento do entendimento dos processos;
  • eficiência das ferramentas de monitoramento;
  • obtenção da melhor satisfação e resposta do consumidor.

3. Defina quais as ferramentas serão utilizadas

Lembra da parte de entender o comportamento do cliente e suas necessidades? Nem sempre o negócio tem em mãos o que precisa para esse entendimento, tendo de recorrer a ferramentas para isso. Comece com um CRM (customer relationship management), um sistema que permite acompanhar todo o processo de vendas, atividades dos consumidores, seu relacionamento, métricas, transações, estoque, entre outros pontos.

Com o CRM, o gestor pode definir quem terá acesso aos dados e permitir que as decisões sejam realizadas de acordo com informações precisas, e não com base na intuição.

4. Prepare a equipe de vendas/ atendimento

Atualmente, a função do vendedor é semelhante à de um consultor. Ele precisa entender os processos, a proposta da empresa e ser capaz de tomar decisões sem ter que recorrer a um superior (na maioria dos casos). Dessa forma, o papel do vendedor se torna maior do que apenas ajudar o comprador em seu processo de decisão de compra.

Cabe aos gestores desenvolver treinamentos e scripts contendo o que deve ser feito e o que não deve ser feito durante o atendimento. O intuito é prepará-lo para atender bem, oferecer ajuda de qualidade, aprender a ouvir o cliente e fazer as perguntas certas.

5. Conte com mão de obra especializada

Basicamente, funcionários bem qualificados são fundamentais para gerar produtos e serviços diferenciados. Há algumas tarefas que não podem ser delegadas a profissionais sem experiência ou treinamento adequado, pois pode comprometer a entrega ao cliente.

Além disso, a qualificação aumenta o comprometimento e engajamento do funcionário e isso reflete na proposta da empresa como um todo. Daí a necessidade de, assim como os vendedores, criar treinamentos, capacitações e estimular que os colaboradores entendam os processos de forma clara.

6. Reduza o custo de aquisição de clientes

Se a equipe de atendimento/ vendas gasta muitas horas ou recursos na prospecção de clientes, é hora de rever os canais, processos e atitude da empresa nesse campo. O ideal é tentar adotar práticas como inside sales, em que as vendas são realizadas dentro do ambiente organizacional da empresa.

Os vendedores não precisam se dirigir até o cliente, reduzindo custos e o tempo de atendimento. Para isso é importante contar com canais de atendimento dinâmicos (e-mail, telefone, videoconferência, mídias sociais, etc.), scripts e profissionais qualificados.

7. Aposte no marketing digital

Com uma proposta que solucione uma necessidade de mercado, os gestores podem buscar a escalabilidade ampliando seu campo de atuação. O campo digital tornou-se especialmente interessante para esse fim, pois compreende mais dinamismo e estreitamento da relação com o consumidor.

O negócio tem ao seu dispor uma gama de recursos capaz de atrair mais tráfego como anúncios nos buscadores e nas redes sociais, posts em blogs, e-mail marketing, landing pages e o principal deles, o inbound marketing.

O inbound marketing tem como ponto-chave a criação e compartilhamento de conteúdo como forma de atrair o público e mantê-lo próximo da marca. A ideia é buscar a comunicação com o cliente de forma direta, o que é essencial para criar um relacionamento duradouro.

A parte mais interessante é que se trata de uma metodologia que requer poucos recursos e tem uma duração maior do que outros tipos de publicidade. O próprio negócio pode elaborar o conteúdo ou contratar uma agência especializada para esse fim. Independente da escolha, a marca ganha um diferencial e mostra sua autoridade e experiência no seu nicho de atuação.

Por que escalar as vendas?

Ser escalável não só garante a saúde financeira do negócio, como também aumenta as chances de criar parcerias, fechar negócios e se posicionar frente ao nicho de atuação. A escalabilidade tem sido bastante valorizada até mesmo para obter investimentos, uma vez que se trata de fator importante para aportes, por exemplo.

O conteúdo foi útil? Já sabe como escalar as vendas? Então aproveite e leia também este post que mostra como a empresa pode se tornar uma máquina de vendas. Acompanhe!

Você conhece o conceito de escalabilidade? Ele é adotado pelas startups, mas serve para qualquer negócio. Neste post você saberá muito mais a respeito. Acompanhe!

Você conhece o conceito de escalabilidade e onde pode ser empregado? Neste post você vai entender mais sobre o tema e como escalar as vendas sem aumento de custos.

As vendas da sua empresa são escaláveis? Leia o post para saber um pouco mais sobre o conceito de escalabilidade e como é possível escalar as vendas. Acompanhe.

LIGUE 47 3055-2655

Fale com um especialista

Ani

Chat direto clicando no ícone

Glaucia

Chat direto clicando no ícone

Rua Emmerich Ruysam, 214 – Sala 03- Vila Nova  – Jaraguá do Sul – SC
Todos os direitos Reservados ©2018

Rua Emmerich Ruysam, 214 – Sala 03 – Vila Nova  – Jaraguá do Sul – SC
Todos os direitos Reservados ©2018
Termos & Condições de Serviço

× Fale Conosco