AdWords para e-commerce: o que você precisa saber

por | 25/07/2018 | marketing digital

O AdWords para e-commerce mostrou-se uma opção que traz ótimos resultados, em especial quando associada a um bom atendimento e operações ágeis. Ocorre que essa é uma das principais práticas que os gestores podem adotar para atrair tráfego, gerar conversões e manter a competitividade frente ao mercado.

No post de hoje, vamos entender mais sobre o tema, como funciona a ferramenta, quais passos para utilizá-la e sugestões para potencializar a campanha. Boa leitura!

O que é o Google AdWords?

AdWords é o maior serviço de publicidade em buscadores e sites. Corresponde aos anúncios do tipo CPC (Custo Por Clique) e CPM (Custo Por Mil) publicados nas páginas de buscas quando um usuário faz alguma pesquisa ou nos sites parceiros (rede de display).

Os anúncios na rede de display podem ser exibidos na forma de texto, imagens e vídeos. Essa rede é composta de milhões de sites, portais e blogs parceiros que recebem uma parte do valor pago pelo anúncio. Já os espaços nas páginas de pesquisa do Google, por exemplo, geralmente são apenas de texto, os chamados links patrocinados.

Como os anúncios estão ligados ao conteúdo pesquisado, eles acabam sendo mais acertados. Trata-se de um tipo de publicidade segmentada independente do orçamento do anunciante.

Como desenvolver a estratégia de AdWords para e-commerce?

Apesar dos recursos automatizados, os gestores não podem esperar que tudo seja feito sozinho. Alguns deles acreditam que basta destinar recursos financeiros e a mágica está pronta. Não é verdade, uma vez que é preciso definir a estratégia com objetivos, metas, diferenciais e ações que vão trazer benefícios ao negócio. Vamos aos pontos-chave:

Pesquise e ajuste a qualidade das palavras-chave

O AdWords funciona a partir das keywords (palavras-chave) pesquisadas pelos usuários. Quanto mais adequadas ao negócio e relevantes, maiores são as chances de um consumidor em potencial visualizar o anúncio.

Elas são como filtros que vão direcionar o anúncio para as pessoas que possam se interessar pelos produtos e serviços oferecidos. Daí a importância de entender quais os assuntos mais procurados dentro do universo amostral da loja virtual e as tendências de pesquisa.

A partir daí, é possível determinar termos para o conteúdo do anúncio, o que aumenta as possibilidades de exibição para um público-alvo mais qualificado. Entre os benefícios de explorar os termos adequados estão:

  • segmentação do público-alvo;
  • aumento das chances de ser encontrado em buscas relevantes;
  • aperfeiçoamento da experiência do usuário;
  • apresentação de um diferencial frente aos concorrentes.

Defina a persona

A persona é a elaboração do cliente ideal para o negócio a partir de características semifictícias para direcionar os esforços de marketing.

A definição da persona é um dos fatores fundamentais para iniciar uma estratégia de AdWords para e-commerce, uma vez que permite conhecer a fundo o público o qual destina-se seus produtos. Considere alguns fatores para definir a persona:

  • características básicas: idade, sexo, renda, escolaridade;
  • informações geográficas: onde mora, qual percurso faz para o trabalho, onde realiza suas pesquisas;
  • aspectos comportamentais: hábitos de consumo, preferências, objetivos, entre outros.

No campo digital, o intuito é dialogar diretamente com um público relevante e que tenha interesse na marca. Não entender esse perfil pode gerar confusões, prejuízos financeiros e afastar os usuários que poderiam se tornar clientes.

Por outro lado, esse conhecimento ajuda o negócio a aperfeiçoar a estratégia como um todo, aumentando as oportunidades e a possibilidade de adentrar a novos nichos.

Instale o pixel

No caso do Google AdWords, para anunciar é preciso instalar o pixel no site. Dessa forma, quando o usuário clicar, será direcionado para sua página. As configurações básicas são simples e, após concluí-la, vá até o painel e clique na opção “Nova Campanha”. Nesse campo é possível selecionar entre as três opções:

  • Redes de Pesquisa e Display;
  • Apenas Rede de Display;
  • Apenas Rede de pesquisa.

Os passos seguintes são editar os anúncios e definir o orçamento da campanha.

Defina o tipo de segmentação

Será necessário para entender a rede de Display do Google. Acompanhe:

Segmentação por contexto

Diz respeito à segmentação de acordo com a relação da palavra-chave com o site. É feito um comparativo automático do conteúdo gerado e os anúncios são disparados.

Segmentação por canal

Essa segmentação permite escolher especificamente os sites em que os anúncios serão exibidos.

Segmentação por tópicos

Nessa segmentação ocorre a seleção automática de sites que fazem parte da rede de display do Google em tópicos definidos conforme os assuntos de interesse da persona.

Segmentação demográfica e geográfica

É ideal para e-commerces que apresentam um planejamento regional. Esse tipo de segmentação destina-se a um gênero e idade. A Demográfica leva em consideração idade e gênero da persona, enquanto a Geográfica foca no local em que o usuário acessa a internet.

Segmentação por categorias de interesse

Os anúncios são exibidos em sites conforme a categoria de interesse do seu produto ou serviço. As livrarias em blogs de escritores são bons exemplos.

Faça o mapeamento das conversões

Significa entender o que os prospects (compradores em potencial) estão fazendo e utilizar as informações para aperfeiçoar a campanha. O mapeamento vai permitir a identificação dos pontos em que ocorrem as conversões. Dessa forma, é possível aumentar o alcance, reduzir o custo por clique e criar anúncios assertivos.

Imagine que um anúncio gerou muitos cliques em uma determinada região, enquanto em outra não há os mesmos números. Assim, será mais vantajoso concentrar os esforços naquela região que apresentou melhores resultados e desenvolver uma nova abordagem naquela que não proporcionou os mesmos ganhos.

Entre os objetos de análise, podemos citar as palavras-chave, o horário, os dias da semana e a região observada. O mapeamento pode ser feito na própria ferramenta ou com o auxílio do Google Analytics a partir de relatórios e, para garantir que os dados serão precisos, mantenha todos os códigos instalados e atualizados.

Por que adotar a ferramenta?

Como visto, é possível direcionar a estratégia de acordo com os interesses do negócio e do público. Além do mais, trata-se de um recurso muito poderoso para gerar conversões, pois seu anúncio é visualizado por diferentes públicos, sanando suas necessidades e apresentando boas ofertas a eles.

O AdWords para e-commerce é fundamental também para criar uma presença digital sólida. Alinhada a outras estratégias, como SEO e remarketing, a loja virtual cria o ambiente propício para vender mais. Portanto, procure sempre entender o funcionamento da ferramenta, suas potencialidades e desafios. No mais, boas vendas!

O conteúdo foi útil para você? Entre em contato conosco e veja como nossas soluções podem ajudar o seu e-commerce a crescer!

LIGUE 47 3055-2655

Fale com um especialista

icone whatsapp Glaucia

Luana

Chat direto clicando no ícone

Cadastre seu e-mail e fique atualizado sobre boas práticas de e-commerce. SEM SPAM 🙂

site-seguro
plataforma-workconnection
google-safe-browsing

Rua Emmerich Ruysam, 214 - Sala 03- Vila Nova  - Jaraguá do Sul - SC
Todos os direitos Reservados ©2018