Como funciona o algoritmo do Instagram e como usá-lo a meu favor?

por | 15/02/2019 | marketing digital

É praticamente impossível pensar no mundo atual sem as redes sociais. Cada vez mais, a conectividade tem se tornado parte da nossa rotina, condicionando nossas relações pessoais e profissionais. Nesse cenário, o Instagram vem se destacando como uma das redes com maior número de crescimento. Criada em 2010, ela já conta com mais de 1 bilhão de usuários ativos até este ano.

Entre os países, o Brasil só perde para os EUA, e muito disso se deve ao algoritmo do Instagram, implementado em 2016 e que, desde então, conta com muitas atualizações em busca de garantir uma melhor experiência do usuário.

Envolto em diversas polêmicas na sua implementação, a rede social despertou muita curiosidade e especulações sobre seu funcionamento. No entanto, foi apenas em junho de 2018 que o Instagram abriu as portas de seu novo escritório em São Francisco, Califórnia nos EUA, para responder perguntas oficiais sobre como funciona esse ranqueamento.

Portanto, não se pode negligenciar o uso das redes sociais para campanhas de marketing digital e negócios. Por isso, criamos este post para mostrar como utilizar corretamente o algoritmo do Instagram. Confira!

Conheça os Critérios de Ranqueamento no feed

Existem 3 critérios fundamentais para construir o feed de cada pessoa — interesse, relacionamento e atualidade dos conteúdos —, privilegiando a experiência do usuário e tornando-o único. Isso é de suma importância para o meio empresarial, que já vê no Instagram uma das principais redes sociais para alcançar potenciais clientes.

E com as novas funcionalidades — como o IGTV, perfil empresarial e múltiplas postagens —, os usuários comerciais precisam se especializar cada vez mais para fazer o uso adequado das ferramentas. Sendo assim, confira agora quais são os critérios usados.

Interesse

O critério de interesse analisa a interação do usuário com o conteúdo, como as curtias, os comentários, publicações encaminhadas como mensagem privada e compartilhamentos no stories, por exemplo. Ou seja, a máquina aprende o gosto, relevância e tipo de informações que o internauta mais se conecta para criar uma experiência personalizada.

Assim, mesmo que existam dois usuários que sigam os mesmos perfis, cada um deles terá um feed único, devido a forma como se comportam dentro do Instagram.

Relacionamento

O Instagram também mede o grau de interatividade entre os usuários, privilegiando as publicações daqueles amigos que você tem mais contato, seja curtindo uma postagem, enviando uma mensagem via direct ou acompanhando os stories. Isso ocorre porque a ferramenta entende que se deseja aprofundar mais o seu relacionamento com quem você segue, e por isso, ela dá maior visibilidade ao conteúdo desses perfis.

Não apenas o relacionamento em si, a rede social também utiliza das informações coletadas para extrapolar o gosto do internauta a partir das preferências dos usuários com quem ele mais interage e, assim, indicar potenciais interesses e, inclusive, perfis comerciais.

Atualidade

Embora o critério cronológico não seja mais o único parâmetro — ou o principal —, as postagens mais recentes são mais privilegiadas, de forma a manter sempre o conteúdo mais atualizado. Isso porque entende-se que não é do interesse do usuário ter contato com publicações muito antigas.

No entanto, ao contrário das especulações de 2016 e 2017, o Instagram afirmou que todas as postagens são entregues a todos os usuários, bastando que estes continuem descendo o feed para visualizá-las.

Além dos três critérios fundamentais acima, também foi confirmado que o algoritmo do Instagram considera o tempo que o usuário utiliza a rede social diariamente, quantas vezes ele abre o aplicativo durante o dia e o número de contas que segue.

Quanto menor o tempo ou o número de visitas e maior o número de contas, mais específico ao gosto do usuário o conteúdo acessível no topo do feed. Usuários que, no entanto, utilizam a rede social com frequência, costumam ter um feed mais diversificado.

Saiba como usar o Algoritmo do Instagram

Agora que já entendemos como funciona a lógica do Instagram, vamos explorar como fazê-lo trabalhar a nosso favor em uma campanha de marketing digital bem-sucedida.

Conheça o público

Uma campanha de marketing digital bem-sucedida passa, necessariamente, por conhecer e segmentar o público-alvo. Diferente do Outbound Marketing, o Marketing Digital, em especial o Inbound Marketing, volta seus esforços para audiências específicas, utilizando critérios disponíveis para já alcançá-las diretamente.

A segmentação do público-alvo tem como finalidade compreender o perfil do consumidor principal, utilizando-se, por exemplo, de pesquisas de mercado ou entrevistas de grupos focais, para obter informações sobre gostos, tendências, hábitos etc.

Essas informações servirão como um guia para a campanha — uma ação de marketing bem segmentada e direcionada tem maiores chances de sucesso e conversão. Ademais, é possível pensar em diferentes tipos de ações para públicos distintos, mas que consomem o mesmo produto ou serviço, por exemplo.

Com uma segmentação de público adequada, pode-se patrocinar posts direcionados a fim de atingir um potencial consumidor. Além disso, para o alcance orgânico, um perfil de público-alvo auxilia na construção da persona, linguagem, esquema de cores e diretrizes de interação.

Tenha um conceito

Por ser uma rede social eminentemente visual, o Instagram é bastante conceitual. Por isso, uma boa campanha de marketing digital que procure usar o algoritmo do Instagram ao seu favor precisa de um conceito central que seja atraente ao público-alvo, na busca pelo interesse e relacionamento.

Uma campanha com um conceito é mais memorável, facilita a memória imagética e atrai o público.

Faça posts nos horários do público

Como já dissemos, o critério cronológico não é mais um fator primordial, mas ainda se considera a atualidade da postagem para a exibição no topo. Isso significa que o ideal é postar no horário que o público-alvo mais acessa o aplicativo para conseguir capturar a atenção de forma ideal e, com isso, gerar a interação, interesse e relacionamento.

Para um bom crescimento orgânico, portanto, é importante prestar a devida atenção aos horários do público-alvo e, principalmente, o que desejam consumir naquele momento.

Seja um usuário também

O Instagram, e a maioria das redes sociais, privilegia a conexão horizontal. Ou seja, a própria plataforma não deseja que os usuários sejam bombardeados com anúncios de produtos o tempo todo para não se sentirem diante de uma televisão — esse é, inclusive, um dos pilares do Inbound Marketing.

É preciso construir uma relação duradoura e próxima com seus leads, por meio de uma presença digital sólida. Para isso, sem perder o profissionalismo, a marca pode se colocar como usuária da rede, e não como mera anunciante.

Compreender o algoritmo do Instagram é essencial para utilizá-lo com profissionalismo e alcançar resultados positivos. Para tanto, é preciso também diversos outros conhecimentos e informações. Então, assine nossa newsletter e fique por dentro do assunto!

LIGUE 47 3055-2655

Fale com um especialista

icone whatsapp Glaucia

Glaucia

Chat direto clicando no ícone

Cadastre seu e-mail e fique atualizado sobre boas práticas de e-commerce. SEM SPAM 🙂

site-seguro
plataforma-workconnection
google-safe-browsing

Rua Emmerich Ruysam, 214 - Sala 03- Vila Nova  - Jaraguá do Sul - SC
Todos os direitos Reservados ©2018