Entenda como o Google Shopping pode fortalecer seu negócio

por | 15/03/2018 | ecommerce

Diante da competitividade que é o comércio virtual, os negócios devem se valer do máximo de recursos para se posicionarem frente ao mercado. O que requer o acompanhamento constante dos fatores internos e externos. Entre as ferramentas que se mostraram muito valiosas para o e-commerce por apresentarem diferentes recursos para acompanhar esses fatores está o Google Shopping.

O principal deles é a comparação de preços, algo fundamental para que os gestores possam definir seus preços e promoções. Assim, é possível definir a margem de lucro, antecipar para a baixa e alta demanda, negociar preços com parceiros e revendedores, definir seus concorrentes diretos etc.

No post de hoje vamos explicar mais do Google Shopping, seu funcionamento, benefícios e como é possível impulsionar suas vendas com ele. Boa leitura!

O que é o Google Shopping?

É uma ferramenta do Google que permite ao usuário comparar preços de milhares de e-commerces. Quando ele faz uma pesquisa, o buscador exibe todos os produtos relacionados, as lojas virtuais que o oferecem, imagens (geralmente do fabricante) e recomendações de outros usuários. Tudo sem deixar a página de busca.

As lojas virtuais podem cadastrar seus produtos, contudo é um serviço pago. Apesar disso, há uma gama de vantagens para o negócio (mostraremos a frente).

O Google Shopping foi desenvolvido em 2002 por Craig Nevill Manning com uma versão inicial chamada de Froogle. Era basicamente um serviço para comparar preços com base no rastreador web do Google para a comparação dos dados dos produtos nas lojas virtuais.

Em 2007 a ferramenta passou a se chamar Google Product Search com a novidade de listar produtos por meio dos resultados nas pesquisas no Google. O nome também foi descartado em 2012 e o sistema ficou conhecido como Google Shopping.

Como funciona?

Quando o usuário pesquisa por algum produto no Google, tem acesso a uma barra que apresenta diversas lojas com o mesmo produto ou parecido. É semelhante a uma vitrine que aparece no topo da lista dos resultados, antes dos anúncios pagos (Adwords).

Se o usuário se interessar por alguma das ofertas e clicar nela, será direcionado automaticamente para a página da loja com o item desejado. O consumidor também pode acessar o próprio Google Shopping e pesquisar pelo produto, comparar preços e conferir a lista com os modelos mais populares e acessados por outros usuários.

Ao clicar em algum item, a ferramenta mostra outros comparativos com mais detalhes, reviews e comentários.

Como a loja virtual pode se beneficiar do Google Shopping?

O Google Shopping é um serviço que apresenta uma série de vantagens. Listamos algumas delas para que você entenda como é possível aumentar os resultados do negócio:

Facilidade de uso

Os anúncios são expostos com título, imagem do produto, preço e o nome da marca. Dessa forma, não há a necessidade da loja virtual criar anúncios específicos para cada produto que vender no Google Shopping.

Todas as informações que o usuário vê são provenientes dos dados que os gestores fornecem. Também é possível optar por serviços interessantes do sistema, como adicionar os produtos a categoria de promoções e lojas verificadas para melhorar a visibilidade.

Mais tráfego

A marca tende a ficar em maior evidência, estimulando o maior tráfego de usuários que acessam o site e, consequentemente, a geração de leads. Empresas que já investem em outras ferramentas do Google, como Adwords, podem obter resultados mais expressivos.

Maior abrangência

Um dos principais benefícios da ferramenta é permitir que os seus produtos sejam vistos por milhares de usuários. Algo que nem sempre poderia ser feito com a mesma facilidade apenas com o e-commerce. Se os anúncios forem relevantes, eles serão exibidos no Google Shopping quando o usuário navegar por ele, e não apenas quando fizer pesquisas.

Fácil gerenciamento

Os anúncios podem ser facilmente modificados antes de serem colocados no ar. Apesar de o serviço não utilizar o ranqueamento por palavras-chave, os usuários podem acessá-lo de acordo com as características descritas pelo vendedor no feed de dados. Há um painel de controle para você visualizar seus inventários de produtos no Google Adwords e criar grupos de produtos.

Ofertas especiais

O Google Shopping oferece a possibilidade dos anunciantes criarem promoções e divulgarem em um feed de dados de promoções. Esses anúncios são exibidos em uma categoria chamada “oferta especial” sem custos adicionais ao vendedor.

Reviews de produtos

Os clientes podem comentar sobre as ofertas e produtos, aumentando a reputação e contribuindo para que outros futuros compradores tenham acesso a informações realistas a respeito dos itens fornecidos. A ferramenta ainda conta com um sistema de avaliação e contagem de comentários. O consumidor pode avaliar o produto concedendo de uma a cinco estrelas, o que melhora o posicionamento dos produtos ofertados no Google Shopping.

Relatórios periódicos

O anunciante pode solicitar relatórios eficientes sempre que desejar. Eles apresentam a quantidade de cliques que a marca recebeu. Você também pode comparar os dados com os de outras empresas anunciantes. Dessa forma, é possível avaliar sua estratégia de forma mais aprofundada e, assim, determinar quais mudanças devem ser feitas.

O diferencial dessa ferramenta é o simulador de lances, que permite aos gestores identificar oportunidades de crescimento.

Informações precisas ao consumidor

As informações completas dos anúncios fazem a diferença na decisão de compra do consumidor. Ao visualizá-las, ele tem todas as condições de comprar com outras lojas e decidir entre elas.

Por exemplo, um usuário digita a palavra “sapato” e, em seguida, clica na aba “shopping”. Lá, ele poderá visualizar diferentes modelos, preços e descrições, fatores que o auxiliam o interesse do consumidor.

Selo loja verificada

As lojas que entregam seus produtos rapidamente e oferecem um bom serviço aos consumidores recebem o selo de “Loja Verificada do Google”. O selo compreende maior confiabilidade aos vendedores, aumentando as chances de concluir as vendas.

Quais os requisitos para utilizar o Google Shopping?

Inicialmente, é preciso criar uma conta no Google Merchant Center e outra no Google AdWords e vinculá-las. Os gestores devem ler e conhecer as políticas do serviço, além de definir quais produtos e promoções vai veicular na ferramenta.

Vale ressaltar que o Google Shopping exige que a loja cumpra padrões de qualidade, atualizados frequentemente. O intuito é oferecer a usuários e vendedores uma melhor experiência. No mais, boas vendas.

Agora que você já sabe a importância dessa ferramenta do Google, é o momento de entender como sua empresa pode se tornar uma máquina de vendas online. Boa leitura!

Aprenda a gerenciar as finanças do seu e-commerce

Aprenda a gerenciar as finanças do seu e-commerce

Gerenciar um negócio virtual, assim como um negócio físico, requer cuidados em uma série de atividades. Para ter sucesso, é fundamental que o empreendedor se atente ao atendimento, à qualidade dos produtos vendidos, aos prazos de entrega e,...

ler mais

LIGUE 47 3055-2655

Fale com um especialista

icone whatsapp Glaucia

Glaucia

Chat direto clicando no ícone

Cadastre seu e-mail e fique atualizado sobre boas práticas de e-commerce. SEM SPAM 🙂

site-seguro
plataforma-workconnection
google-safe-browsing

Rua Emmerich Ruysam, 214 - Sala 03- Vila Nova  - Jaraguá do Sul - SC
Todos os direitos Reservados ©2018