Tipos de marketplaces: qual é o ideal para o seu negócio?

por | 03/04/2018 | ecommerce

Talvez você já tenha ouvido falar sobre o termo marketplace, mas ainda tem muitas dúvidas sobre essa forma de vender, não é mesmo? Por ser uma alternativa muito interessante para pequenas e grandes empresas, o modelo de negócio vem se desenvolvendo bastante. Tanto é que já existem diferentes tipos de marketplaces.

Para que você também aproveite essa oportunidade de alavancar vendas, descubra agora os detalhes sobre marketplace: o que é, os tipos existentes, as vantagens e como escolher o ideal para o seu negócio. Preparado?

O que é marketplace?

Ao abrir um comércio tradicional, uma pessoa pode montar uma loja de rua ou se estabelecer em um shopping center. Pode ainda empreender das duas formas simultaneamente. Na internet, esse empreendedor também possui alternativas. Pode abrir a sua própria loja virtual, mas também tem a opção de vender suas mercadorias nos marketplaces.

Assim, marketplace é como um grande shopping virtual. O administrador disponibiliza um acesso que permite que diversos empresários vendam seus produtos e serviços no mesmo site. O visitante pode escolher de quem deseja comprar, de acordo com as condições apresentadas.

Com a venda concretizada, o sistema do marketplace recebe o pagamento da mercadoria e do frete e repassa os detalhes do negócio para o vendedor, que envia o produto ao cliente. Depois de entregue, o marketplace cobra uma comissão pela venda e repassa o restante do dinheiro para o vendedor.

Atualmente, grandes varejistas se tornaram marketplaces, como Americanas, Submarino, Casas Bahia e Magazine Luiza. Assim, é possível colocar seus produtos à venda nos sites dessas empresas.

Qual a diferença entre marketplace e plataforma?

Muita gente confunde o conceito desses dois termos, mas você verá que é fácil diferenciar. Quando o assunto é e-commerce, o termo plataforma é utilizado para designar o sistema que permite construir e administrar a sua loja virtual. É na plataforma que você define o layout da sua loja, cria categorias, cadastra produtos e controla as vendas, por exemplo.

Já um marketplace também oferece aos vendedores um sistema muitas vezes chamado de plataforma, daí a confusão entre os termos. Nesse sistema, o usuário também cadastra seus produtos e controla suas vendas e recebimentos. Porém, não há tantas opções de customização como existem na plataforma de lojas virtuais.

Isso é fácil de entender: apenas a empresa responsável pelo marketplace tem autorização para efetuar alterações profundas no site, como mudar o layout, por exemplo.

Resumindo: a plataforma permite criar uma loja virtual para vender seus próprios produtos. O marketplace comercializa mercadorias de diversos vendedores diferentes.

Quais os tipos de marketplace existentes?

Agora que você já entendeu o que é marketplace, o que acha de aprofundar no assunto? Descubra abaixo os diversos tipos de marketplace.

B2B

B2B é a sigla para Business to Business. Esse é um tipo de marketplace que tem como objetivo intermediar negócios entre empresas. Assim, tanto os vendedores como os compradores serão empresários.

Alguns exemplos de marketplace B2B:

  • Síntese Marketplace;
  • Nimbi;
  • oHub;
  • B2Brazil.

B2C

O marketplace do tipo Business to Consumer é focado no varejo e a sua tradução quer dizer da empresa para o consumidor. Nessa modalidade, o marketplace abre espaço para empresas comercializarem seus produtos diretamente para o consumidor final.

É nessa categoria que estão os maiores players do mercado de marketplace brasileiro, contando com nomes fortes como:

  • B2W, que conta com Americanas, Submarino e Shoptime;
  • Magazine Luiza;
  • Via Varejo, que reúne empresas como Casas Bahia, Ponto Frio e Extra;
  • Dafiti;
  • Netshoes.

C2C

Esse é um dos tipos de marketplace mais antigos. A sigla C2C significa Consumer to Consumer, ou seja, de consumidor para consumidor. É o modelo de marketplace que abre espaço para qualquer pessoa anunciar seus produtos, novos ou usados, para os visitantes do site. Perceba que no C2C o vendedor pode ser pessoa física, enquanto nos demais somente PJ são permitidas.

No Brasil, os mais conhecidos são Mercado Livre e OLX. No exterior, há os famosos Ebay, Amazon e Aliexpress.

Marketplace de nicho

Com o desenvolvimento dos marketplaces, alguns empreendedores perceberam que investir em um poderia ser um bom negócio. Porém, competir com as grandes corporações já estabelecidas seria um desafio quase insuperável.

Daí surgiu a ideia de atuar em segmentos pouco explorados pelas empresas já existentes. Alguns exemplos de marketplace de nicho são:

  • Elo7, focado em artesanato;
  • Booking.com, do ramo hoteleiro;
  • Mobly, no segmento de móveis;
  • Kanui, que comercializa roupas e acessórios esportivos.

Importante compreender que um marketplace de nicho não deixa de ser um B2B ou B2C ou ainda um C2C.

Marketplace de produtos e de serviços

Existe ainda outra classificação: os marketplaces de produtos e os de serviços. O primeiro oferece mercadorias que serão compradas pelos consumidores e enviadas pelos vendedores, como uma loja virtual. Já os de serviços servem como ponte entre prestadores de serviços e seus futuros clientes.

Quais as vantagens em vender em marketplaces?

As vantagens em vender em marketplaces são inúmeras. As principais são as seguintes:

Grande audiência

Os grandes marketplaces investem pesado em marketing digital, o que atrai uma quantidade impressionante de visitantes diários. Dessa maneira, você tem a oportunidade de expor seus produtos a milhares de pessoas sem necessidade de gastar com publicidade.

Marca consolidada

Uma marca com nome forte e reconhecido pelos seus clientes é capaz de converter muito mais vendas do que uma pequena empresa, ainda desconhecida do grande público. E, para o visitante do marketplace, pouca coisa muda. O motivo é que ele se sente mais tranquilo ao comprar de uma marca que conhece, mesmo que o fornecedor seja outra empresa.

Segurança nos pagamentos

Os marketplaces possuem equipes dedicadas a monitorar todas as transações comerciais com o intuito de restringir a ocorrência de fraudes. Porém, caso ainda ocorra alguma venda proveniente de golpes, o marketplace se responsabiliza pelos prejuízos.

Como descobrir o marketplace ideal para o meu negócio?

Como você percebeu que vender em um marketplace é um bom negócio, veja agora algumas dicas para escolher o melhor.

Verifique o perfil dos visitantes

Para escolher corretamente, você precisa definir o perfil do consumidor que sua empresa tem como alvo e buscar os tipos de marketplace que possuem visitantes com essas mesmas características. Nem sempre quantidade de visitantes significa grande volume de vendas.

Um marketplace de nicho possui menos visitantes, mas são mais propensos ao consumo, pois são extremamente filtrados.

Confira os custos envolvidos

O faturamento dos marketplaces vem da comissão cobrada sobre cada venda realizada. Além disso, demoram alguns dias para depositar os valores. Confira os custos e analise se continuará com uma margem de lucro interessante.

Analise os recursos oferecidos

Alguns tipos de marketplace disponibilizam mais recursos do que outros, como contrato com os Correios para baratear o frete, por exemplo. Outros oferecem a possibilidade de aumentar a exposição dos seus produtos no site, mediante um custo. Defina os recursos que precisa e os dispensáveis. Assim, a escolha será acertada.

Enfim, vender em marketplaces é uma alternativa interessante para alavancar o faturamento. Porém, você precisa analisar bem as diversas opções de acordo com a sua realidade.

Falando em vender na internet, quer ficar sempre por dentro das novidades sobre e-commerce? Então, siga as nossas redes sociais. Estamos no Facebook, LinkedIn e Instagram.

 

LIGUE 47 3055-2655

Fale com um especialista

icone whatsapp Glaucia

Glaucia

Chat direto clicando no ícone

Cadastre seu e-mail e fique atualizado sobre boas práticas de e-commerce. SEM SPAM 🙂

site-seguro
plataforma-workconnection
google-safe-browsing

Rua Emmerich Ruysam, 214 – Sala 03- Vila Nova  – Jaraguá do Sul – SC
Todos os direitos Reservados ©2018

× Fale Conosco